Nhonhô da Botica – Paulo Braga

Anúncios

Paulo Braga, Arrigo Barnabé e Sergio Espíndola
“Caixa de Ódio” – o universo de Lupicínio Rodrigues

Domingos, 14, 21 e 28 de março às 21h30

“Não acredito em nada que não tenha angústia, isso talvez é o que mais me atrai nas canções de Lupicínio, e também a raiva, gosto muito de trabalhar com a raiva, a revolta. Nele tudo é verdadeiro, e raiva e angústia é meio difícil fingir. Por essa observação penetrante do ser humano nas situações limites da dor amorosa, por esse humor que permeia as canções, um humor voltado para a ironia e o sarcasmo, por tudo isso estava atravessada a vontade de cantar Lupicínio”. Domingos, 14, 21 e 28 de março às 21h30 – Preço: R$35,00

Casa de Francisca – Rua José Maria Lisboa 190, travessa da Brigadeiro Luís Antônio.T 11 3052 0547
Reservas somente pelo e-mail: reservas@casadefrancisca.art.br www.casadefrancisca.art.br. Terça a domingo das 20h a 1h

valor do ingresso : R$ 35,00


 
 
 

 

Muita Hora nessa Calma

 

Depois de incontáveis trabalhos, tanto com os grupos dos quais faz parte como Bonsai (Mané Silveira e Guello) e Trio 3-63 (Marcos Suzano e Andrea Ernest Dias), quanto em parcerias como a de Arrigo Barnabé, que já comemora mais de duas  décadas, o pianista Paulo Braga lança, este ano, o seu primeiro trabalho solo – Muita Hora nessa Calma.

Em seu novo álbum, Paulo apresenta dezenove faixas de sua autoria. Além das composições Muita Hora nessa Calma, Cabeça de Melão, Estelar, Valsa, Farol, Ô… Lugar! e Manhã, o músico completa o repertório com improvisações batizadas como Sonoridades.

“No inicio, o projeto teria somente várias composições em versão piano solo. Não havia a ideia de colocar improvisações livres, mas eu não estava muito satisfeito, sentia a falta da liberdade para buscar sons não importando quais seriam os caminhos ou estilos. Resolvi então partir para o “takamão” – como o Mané Silveira, meu parceiro no Grupo Bonsai, chama esta técnica de improvisação muito utilizada, mas pouco reconhecida, nos meios acadêmicos”, explica Braga.

E foi assim, a partir do terceiro dia de gravação, que Paulo se sentiu livre em sua própria música e completou seu CD solo com suas doze breves, gostosas e ricas Sonoridades, gravadas em um único take, que terminam em Mi Bemol sem se importar de onde vieram ou como vieram.

O CD Paulo Braga piano solo – Muita Hora nessa Calma tem em sua apresentação, declarações de dois grandes nomes da musica instrumental brasileira, Nelson Ayres e Arrigo Barnabé.

Show de lançamento do CD Muita Hora nessa Calma
onde: Espaço Cachuera
endereço: Rua Monte Alegre, 1.094 – Perdizes – SP
quando: 15 de abril, às 21 horas
ingresso: R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia entrada para estudantes, professores,
músicos e acima de 60 anos, mediante comprovação)

Formas de pagamento: cheque ou dinheiro
Vendas antecipadas: não – apenas no dia do show, uma hora antes
Horário de abertura da bilheteria: 20h
Capacidade do auditório: 100 pessoas
Telefone/e-mail/site para mais informações:
(11) 3872 8113 . 3875 5563
cachuera@cachuera.org.br
www.cachuera.org.br